Artigos Jardinagem

Como evitar falhas no gramado

Muitos proprietários de jardins sonham com um gramado perfeito e uniforme. Com verde intenso, para contemplar, para brincar com as crianças, para uma partida de futebol ou um agradável pique-nique. Por essa razão, escolhemos a grama mais bonita, investimos em um bom aparador de grama e volta e meia regamos com a mangueira. Mas, para ter um gramado perfeito em casa, é preciso muito mais do que regar e aparar de vez em quando. Para um gramado verdejante e longevo, devemos cuidar para que a manutenção do gramado esteja sempre em dia. De preferência dentro de um cronograma.

Não seguir um bom manejo acaba acarretando muitas vezes em falhas, manchas e o aparecimento de pragas e doenças no gramado, além de ficar eternamente brigando e insistindo em erros que não ajudam e atrapalham na recuperação da grama. Muitas vezes as pessoas passam a pensar no gramado como algo com prazo de validade, que precisa ser trocado de tempos em tempos, conforme os problemas vão se acumulando. Nesse artigo, vamos explicar as principais causas de falhas no gramado e como resolvê-los através de um bom manejo e planejamento.

1. Gramado na sombra:

Um dos principais problemas. Muitas pessoas insistem em plantar e replantar gramados em áreas sombreadas. E apesar de tantos cuidados, ela insiste em morrer toda vez. Por que isso acontece? As gramíneas em geral, tem grandes exigências de luz, necessitando de pelo menos 6 horas diárias para se manterem saudáveis e se regenerarem do pisoteio frequente e das podas. Algumas espécies, como a grama são carlos, tem uma resistência maior a áreas sombreadas, mas ainda assim, não fica na sua melhor forma. Vale a tentativa, se a área pega algumas horas de sol por dia e não recebe pisoteio, mas não insista se notar que ela começa a falhar nesses locais. Prefira utilizar forrações próprias para áreas sombreadas. Seu jardim vai ganhar cor, contraste, textura e interesse, além de uma aspecto mais saudável, sem falhas.

2. Solo compactado:

Em muitas regiões brasileiras, excluindo as áreas litorâneas, o mais comum é nos depararmos com solos bastante argilosos, pesados, duros e compactados. E pouco se faz para melhorar esse aspecto antes e depois do plantio do gramado. No entanto, as raízes da grama, assim como de muitas outras espécies de plantas, necessitam de arejamento e boa drenagem, para que possam respirar e se desenvolver. Assim, é necessário preparar o solo com uma boa camada rica em matéria orgânica e areia, para que a grama tenha um berço adequado e arejado para se desenvolver. Ainda assim, com o passar do tempo, a ação da erosão e o consumo natural da matéria orgânica pelos microorganismos do solo, aliados ao pisoteio, a compactação retorna ao gramado, gerando falhas e outros problemas. Dessa forma é imperativo a reposição regular da matéria orgânica e a descompactação por perfuração de todo o gramado, com ancinho, garfo ou outra ferramenta, para que as raízes voltem a respirar.

3. Solo ácido:

De forma geral, as plantas cultivadas e ornamentais preferem um solo com pH neutro para se desenvolver. E com o gramado não é diferente. O solo ácido prejudica a absorção dos nutrientes como o nitrogênio, o fósforo e o potássio, fazendo com que a cada adubação, o gramado aproveite apenas uma parte ínfima do adubo, e o restante acabe sendo arrastado pela água da chuva. Fundamental para prevenir este problema é a calagem, que deve ser realizada antes da implantação do gramado, e depois como manutenção, periodicamente a cada dois anos, uma vez que o calcário demora bastante a reagir e a descer nos extratos do solo. Além de neutralizar o pH do solo, ela ainda reduz o alumínio e o manganês livre, que em excesso são tóxicos para as plantas. A calagem deve ser realizada conforme a análise de solo e interpretação dos resultados por um engenheiro agrônomo ou florestal qualificado. As doses costumam variar entre 100 a 200 gramas de calcário por metro quadrado de área. Apesar disso, é necessário ter cuidado com o excesso, uma vez que o solo alcalino também reduz a absorção dos nutrientes pelas plantas.

4. Umidade:

Assim como as condições físicas do solo são razões primárias para falhas no gramado, o excesso ou a carência de água também propiciam o aparecimento de problemas. Por razões óbvias, a estiagem prolongada, sem irrigação suplementar no período, provocará danos graves do gramado, que em muitos casos é irreversível. No entanto, assim como a falta, o excesso também é prejudicial, na medida que propicia o aparecimento de doenças fúngicas e reduz a aeração das áreas gramadas. Assim, é importante que o gramado tenha um bom manejo hídrico, preferencialmente com irrigação automatizada e otimizada por meio de sensores de umidade, temperatura e luz. Manter o gramado bem hidratado, regando com profundidade ao invés de alta frequência é mais saudável e permite que ele se fortaleça, fique mais resistente a períodos de falta de água, reduz a erosão e diminui a incidência de doenças e pragas relacionadas com desequilíbrios hídricos.

Essas são as causas primárias de falhas no gramado. Há ainda falhas secundárias como pisoteio intenso, urina de cães, doenças, pragas, aplicação indevida de substratos, utilização de herbicidas, podas muito baixas ou com a frequência errada, etc. Entenda, que falhas secundárias advém na maior para dos casos, do mau manejo das áreas. Desta forma, quando desejamos um gramado bonito e bem cuidado, é necessário que tenhamos um cronograma para podas, adubação, irrigação, reposição de substrato (topsoil) para que possamos prevenir o aparecimento de falhas, ao invés de ficar o tempo todo remediando e corrigindo. O gramado não precisa ser visto como algo que tem pouca duração, que deva ser trocado de tempos em tempos, basta que acertemos no seu manejo, para reduzir custos com a manutenção do mesmo, e para que possamos desfrutar de toda a sua beleza e resistência e curtir com a família.

Fonte: https://www.jardineiro.net/como-evitar-falhas-no-gramado-4-causas-de-problemas.html
COMPARTILHE

ARQUIVO DE PUBLICAÇÃO

agosto 2022
S T Q Q S S D
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
293031