Artigos Informática

Conheça o SSD tipo NVMe

Quando pensamos em melhorar o desempenho do nosso notebook ou computador, logo imaginamos trocar o processador ou melhorar a memória. A primeira opção é extremamente cara e pode não ser interessante, principalmente para quem tem um notebook mais antigo.

Por isso, melhorar o armazenamento interno tem o melhor custo benefício. Nesse texto vamos explicar o que é um SSD NVMe, modelo mais moderno de armazenamento de dados.

Durante muitos anos os HD (também conhecidos como Disco Rígido) dominaram o mercado como o sistema de armazenamento para notebooks mais eficiente, barato e durável.

Ele se destacava por ser uma das poucas peças mecânicas que faziam parte dos componentes de um notebook. O HD é caracterizado por um disco que gira em altas rotações, nesse disco são armazenados todos os dados do computador. Para fazer a leitura, o HD utiliza uma agulha presa a um braço mecânico, muito parecido a uma vitrola antiga.

Justamente por utilizar um sistema mecânico, a leitura dos dados é mais lenta. Isso porque a parte certa do disco tem que entrar em contato com a agulha. Além disso, esse sistema é mais propenso a defeitos causados por quedas e choques.

Nos últimos anos, uma nova tecnologia de armazenamento de dados vem ganhando destaque no mercado: o SSD. Em português essa sigla indica Unidade de Estado Sólido, ou seja, o SSD não possui partes mecânicas. Sua maior diferença para o HD é a velocidade de leitura e gravação de dados que acaba levando a uma melhoria de desempenho dos notebooks.

No mercado, além de se discutir qual é o melhor HD ou SSD, também há discussões referentes a quais modelos de SSD são melhores que os demais. Atualmente, é possível encontrar SSD do tipo SATA II, SATA III e SATA NVMe.

Pode ficar tranquilo que a diferença entre os modelos não são muitas e são fáceis de explicar. Por exemplo, a maior diferença entre eles está relacionada à velocidade de leitura de dados. Um SSD NVMe pode ser até sete vezes mais rápido que um SSD do tipo SATA III.

Para efeito de comparação, um SSD SATA III é 10 vezes mais rápido do que um HD tradicional.

A tecnologia NVMe é a mais nova do mercado de SSD e tem chamado a atenção dos consumidores. Para entender melhor o que é um SDD NVMe continue lendo nosso texto.

O que é um SSD NVMe?

NVMe é uma sigla para a expressão inglesa Non-Volatile Memory Express, em português ela pode ser traduzida como Memória Expressa Não Volátil. Ela indica uma tecnologia aplicada aos discos de armazenamento, sendo diferente daquilo utilizado no HD e no SSD SATA.

A memória não volátil é um tipo de memória, cuja principal característica é não apagar os dados gravados após a interrupção do fornecimento de energia.

É importante ter em mente que a tecnologia NVMe não apresenta nenhuma diferença física em relação aos outros tipos de SSD SATA ou PCI Express. O que muda, na verdade, é o software instalado no SSD e não a forma como é construído ou suas características físicas.

Como funciona um SSD NVMe?

Deixamos claro que essa nova tecnologia não altera a forma de construção de um SSD, nem as suas conexões com o computador ou notebook. A tecnologia muda a forma como o SSD NVMe trabalha a leitura dos dados armazenados.

Essa tecnologia não foi pensada para melhorar ainda mais a performance do SSD, mas sim otimizar a comunicação entre SSD e notebook. A melhora da velocidade e da performance é apenas uma consequência.

O objetivo do NVMe é otimizar o caminho feito pelo computador, desde o comando até a gravação/leitura de um arquivo.

Vamos usar uma analogia para explicar melhor. Imagine que o SSD é um carro e a tecnologia NVMe fosse a estrada recentemente asfaltada por onde o SSD anda.

A pista não tem buracos, lombadas, radar ou, até mesmo, curvas. Assim, o carro pode alcançar o máximo da sua velocidade e potência, já que não tem nada para atrapalhar seu caminho.

Agora, tecnologias de comunicação mais antigas, como AHCI, podem ser comparadas com estradas de chão cobertas de barro. Não importa o quão rápido seja o carro, ele não vai poder alcançar sua velocidade máxima.

Por que o SSD NVMe é melhor do que um SSD do tipo SATA?

Essa comparação não deve ser baseada na estrutura física dos SSD, afinal, nada impede que a tecnologia NVMe também possa estar presente em um SSD do tipo SATA. Entretanto, é mais comum que a tecnologia NVMe seja aplicada nos SSD do tipo M2. Eles têm tamanho reduzido e tem uma compatibilidade maior com as versões mais recentes da tecnologia em questão.

Como qualquer outro tipo de tecnologia, a NVMe recebe atualizações constantes, sempre buscando melhorar sua atuação. Sendo assim, as novas versões acabam sendo instaladas nos modelos mais novos de SSD.

Dessa forma, é muito mais fácil encontrar um SSD NVMe com conexão do tipo M2 do que encontrá-la em SSD SATA mais antigo.

Juntando o tipo de conexão com a tecnologia NVMe podemos perceber uma diferença entre os modelos. Por exemplo, um SSD com conexão SATA III tem uma velocidade média de leitura de dados de 550 mb/s (megabytes por segundo). Já um modelo de SSD m2 NVMe tem a velocidade média de leitura de 3500 mb/s.

Com essa velocidade toda, é possível inicializar o Windows antes de você tirar o dedo do botão de liga/desliga.

Vantagens de utilizar um SSD NVMe

Agora que você já entendeu o que é um SSD NVMe, vamos mostrar quais são as vantagens de optar por esse modelo em detrimento dos outros tipos de SSD mais comuns encontrados no mercado:

– Velocidade de gravação e leitura que varia entre 2 a 7 vezes mais rápida do que as dos modelos de SSD mais comuns;

– Em comparação com os HD tradicionais, essa velocidade pode ser até 20 vezes maior;

– Ele tem um tamanho reduzido, podendo ser facilmente encaixado no gabinete de placa de mãe de notebooks compactos;

– Resposta instantânea;

– Ótimo para trabalhar com grande quantidade de dados.

Fonte: https://bringit.com.br/blog/dicas-e-tutoriais-para-notebook/conheca-o-ssd-tipo-nvme/

COMPARTILHE

ARQUIVO DE PUBLICAÇÃO

agosto 2022
S T Q Q S S D
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
293031