Artigos Pets

Cruzamento de gato com coelho: é possível que isso aconteça?

Gatoelho, coelhato, gato-coelho, coelho-gato: as formas de chamar o resultado do cruzamento de gato com coelho são várias, sempre estranhas, ou melhor, peculiares. Muito se especula, principalmente na internet, sobre o possível cruzamento desses animais. Às vezes, até com imagens e comentários curiosos.

gato olhando para a câmera surpreso.

A procura digital pelos termos foi iniciada com uma foto que correu a internet rapidamente mostrando um animal com o rosto e as orelhas de um bichano, mas as patas traseiras e o rabo de um coelho. Descubra se o cruzamento de coelho com gato é possível, a seguir.

É possível cruzar coelho e gato?

Sem mais delongas: não é possível existir um cruzamento de gato com coelho que origine uma mistura das duas famílias. Então, o que explica, por exemplo, um gato com orelhas de coelho, como mostrado para o Brasil inteiro em vídeos da rede social TikTok?

Carinhosamente chamado de gatoelho, o animal que parece exemplificar a possibilidades do cruzamento entre espécies diferentes é resultado de um gato com possível má formação.

Nesse caso, especificamente, as semelhanças levaram moradores de uma cidade em Santa Catarina (SC), na região Sul do Brasil, a dizerem que ele era resultado do cruzamento entre um coelho e um gato.

O animal em questão tem os olhos bem grandes e azuis, assim como o pelo branco, tal qual a música do coelhinho da Páscoa. O rabo é em formato de pompom e lembra o dos coelhos.

Cruzamento entre diferentes famílias de animais

Apesar da especulação, veterinários afirmam que o cruzamento entre animais de famílias diferentes não é possível. Embora o tamanho dos animais seja parecido, eles não possuem compatibilidade genética. Inclusive, isso pode ser muito perigoso.

As lebres e os coelhos fazem parte da família Leporidae e pertencem à ordem dos Mamíferos Lagomorfos. Os leporídeos se diferenciam pelas orelhas e pelas patas traseiras compridas. Já os gatos são da família Felidae e da subfamília Felinae.

Só as famílias são diferentes?

A maior alteração é a questão biológica. Entre elas, a quantidade de cromossomos entre cada um deles é diferente. O gato possui 38 cromossomos, enquanto o coelho, 44. Isso quer dizer que o cruzamento de gato com coelho resultaria na má formação do feto e em possíveis doenças que a mãe pode gerar.

dois coelhos juntos.

O processo de fecundação que envolve gametas com números de cromossomos diferentes originaria um zigoto desbalanceado. Consequentemente, isso inviabilizaria as divisões celulares subsequentes. Sendo que o gato possui gametas com 19 cromossomos, e o coelho gametas com 22 cromossomos, é impossível a evolução do “filhote”.

Gatos podem cruzar com a mesma ninhada?

Agora que você já sabe que o cruzamento entre espécies diferentes não é possível, a curiosidade sobre um subtema do assunto também pode ser respondida: afinal, o cruzamento entre animais de uma mesma ninhada é possível?

Sim, é possível que bichanos da mesma ninhada cruzem, entretanto, não é o mais indicado. Como fazem parte da mesma família, os animais podem “carregar” doenças hereditárias para os filhotes — algo mais ou menos como os seres humanos e os casamentos entre primos próximos, etc.

Se houver o cruzamento de gatos nessa condição, o feto pode desenvolver má formação em partes como orelha, pata e formato da cabeça. Segundo especialistas, isso não é muito comum, mas pode acontecer.

O ideal é que, ao nascer, todo gato seja encaminhado para um profissional, que fará um acompanhamento veterinário e planejará a castração do animal para evitar possíveis doenças, como câncer de ovário, próstata, entre outras enfermidades.

Fonte: https://www.petz.com.br/blog/curiosidades/cruzamento-de-gato-com-coelho/

COMPARTILHE

Sobre o Autor

Idaias Costa

Comentar

Click here to post a comment

ARQUIVO DE PUBLICAÇÃO

agosto 2022
S T Q Q S S D
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
293031